Alma grande e a pessoa Fernando

Encontrei o poeta português na rua, pensativo em muro

Olhei para ver a tabacaria; havia loja de artesanato

Cuidadoso, pensei em minha alma pequena, na incapacidade de ser pessoa

no mundo dos objetos – em que mercadoria me tornei nestes anos todos?

Suspiro ao imaginar que Alberto Caieiro me consolaria

Ser sonhador é um óculos de sol sob a luz do dia na cidade

Respiro a certeza de que tudo vale a pena

para quem apenas observa, alma sob chapéu.

IMG_7736

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s