Interagir

A poesia no museu é para interagir, pisar até.

É como um prato de arroz com feijão na hora da fome mesma

uma pedra no meio do caminho, um sorriso,

incêndio interior, sem chamas no prédio

A poesia no museu – da Língua Portuguesa, é puro encantamento

É beijo de princesa, água na fonte, amor eterno,

sorrisos em fluídos.

 

DSC05774

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s